Pentest: entenda como funciona um teste de intrusão
Solutions

Todas as empresas que realizam atividades online estão sujeitas ao vazamento de dados. Por isso, é muito importante investir em recursos e estratégias de Segurança da Informação, como o pentest. 

Capazes de identificar as fragilidades de redes corporativas, as ações de pentest são indispensáveis para garantir a proteção dos sistemas de uma empresa. 

Quer entender como funciona o pentest e como ele pode ajudar na gestão de TI do seu negócio? Continue a leitura deste artigo!

O que é pentest

O pentest, ou teste de intrusão, é um conjunto de ações realizadas com o objetivo de detectar vulnerabilidades na segurança de um sistema ou rede de computadores. Sua função é encontrar as falhas e entregar um relatório apontando as fragilidades e propondo medidas para eliminá-las.

Além da infraestrutura de rede interna e externa, nos testes de intrusão são avaliados os serviços, as aplicações web e os aplicativos móveis utilizados no sistema. 

Os benefícios do teste de intrusão

Ação de Segurança da Informação muito eficiente na construção de sistemas seguros, a realização de pentest oferece os seguintes benefícios:

  • validação da postura de segurança da empresa, indicando se está adequada para lidar com as ameaças atuais
  • entrega de feedback sobre as rotas com mais riscos na rede corporativa
  • redução dos erros de segurança.

 

Os tipos de pentest 

Existem 3 diferentes tipos de pentest. As principais características de cada um nós explicamos abaixo:

White Box: nesse tipo de teste de intrusão a equipe que realiza o teste conhece toda a infraestrutura que será avaliada, o que diminui consideravelmente as chances de que algo passe despercebido. Nesse tipo de ação o foco é a identificação das fragilidades do sistema.

Black Box: neste tipo de pentest as informações que os auditores têm sobre o sistema são mínimas. Essa abordagem é utilizada principalmente para compreender quais seriam os efeitos de um ataque externo, realizado por uma pessoa que não conheça todas as características da infraestrutura da empresa.

Grey Box: modalidade que mistura estratégias dos testes de intrusão white e black box, no pentest grey box a equipe que realizará a ação recebe algumas informações específicas sobre o sistema. No entanto, a quantidade de informações é baixa e não se compara à quantidade de dados disponibilizados em um pentest white box.

Como funciona o pentest 

Todo pentest deve seguir um padrão de execução, o chamado Penetration Testing Execution Standard(PTES). E suas etapas são:

Pré-acordo de interação: a empresa contrata o serviço e determina o que vai ser testado por meio de contrato sigiloso.

Fase de reconhecimento: os testadores levantam o máximo de informações possíveis sobre a empresa.

Fase de varredura: é feita a varredura completa na rede para descobrir os sistemas operacionais, servidores, range de IPs, portas abertas etc. 

Fase de obtenção de acesso e exploração: com base nas informações obtidas, os testadores exploram cada item para identificar as vulnerabilidades.

Fase de obtenção de evidências e relatório: depois de identificadas as possíveis ameaças, as evidências são registradas e arquivadas pela equipe testadora. É também gerado um relatório detalhado.

É muito importante destacar que o pentest deve ser realizado por profissionais capacitados, só assim se tem a garantia de que o sistema e a rede de computadores estarão protegidos de ataques criminosos.


Se você acha que a rede da sua empresa está vulnerável às ameaças cibernéticas, é hora de considerar a realização de um teste de intrusão. Quer saber mais sobre esse assunto? Acesse o site da Solutions e fale com um dos nossos especialistas!

Comentários

Nenhum comentário encontrado
Deixe um comentário